Alunos e docentes são destaques de programa da TV Cultura Imprimir
Escrito por Francisco Conte   
Ter, 17 de Outubro de 2017 11:31

O Partituras da TV Cultura de São Paulo, mas com veiculação também pela TV Brasil e rádios MEC FM Rio e MEC AM Brasília, contou em três edições recentes com a participação de mestrandos e docentes do Programa de Pós-Graduação Profissional em Música da UFRJ (PROMUS). Apresentado pela flautista Sofia Ceccato traz recitais inéditos e exclusivos, entrevistas com músicos consagrados ou em ascensão e informações sobre os artistas, seus projetos e as obras executadas.

 

Vale a pena conferir no podcast do site uma playlist com essas edições. Antes, algumas informações sobre cada uma delas.

 

  Fotos: Reprodução
  veruska600musicaamigos600corda600
  De cima para baixo. Veruschka Mainhard com Flávio Augusto no Espaço Cultural do BNDES, gravação nos estúdios da TV Cultura do Música entre Amigos e do Corda toca Piazzolla.
   
  Assista os programas na playlist do site do PROMUS.

 

Ciclo Movimento de Câmera de Villa-Lobos

 

O programa do dia 14 de maio destacou um concerto do “Movimento de Câmara – integral canto e piano de Villa-Lobos”, no Espaço Cultural do BNDES. O evento foi uma iniciativa pioneira do Festival Villa-Lobos, para mostrar, pela primeira vez, as mais de 100 canções que o grande mestre brasileiro escreveu para canto e piano.

No programa, a soprano Veruschka Mainhard, docente do PROMUS, e o pianista Flávio Augusto, também da Escola de Música, apresentam músicas inspiradas no impressionismo francês, com destaque para os “Epigramas irônicos e sentimentais” e as “Historiettes” – interessantes adaptações que o compositor fez das fábulas de La Fontaine e de contos de outros escritores.

 

As peças apresentadas são pouco conhecidas da obra de Villa-Lobos, mas muito importantes para compreender sua genialidade, o que confere ao programa uma relevância ímpar.

 

Música entre amigos

 

O Partituras de 10 de setembro reuniu um musical entre amigos. O anfitrião é o claronista Thiago Tavares, que convidou músicos para se apresentar com ele em duo, trio e quarteto: o professor do PROMUS Cristiano Alves, os clarinetistas Tiago Teixeira, aluno do PROMUS, e Igor Ferreira, o contrabaixista João Rafael, o percussionista Tiago Calderano e o fagotista Jeferson Souza, também mestrando do PROMUS.

 

O repertório transita pela música latina tradicional e a música urbana contemporânea. Os arranjos são inovadores e Thiago e seu clarone – acompanhado de seus convidados – mostram até que ponto um músico pode ser flexivel e criar novas sonoridades.

 

No setlist, músicas das Américas, que vão de Jorge Montilla a Cantalicio Rojas, Fulgencio Garcia e Mauricio Murcia; de Brad Baumgardner e Bennet Thomas aos brasileiros Eernesto Nazareth, Mauricio Carrilho e Pedro Paes.

 

O programa está repleto de peças raras, interpretadas com maestria e ousados arranjos. 

 

Grupo Corda toca Piazzolla

 

Por fim, o Corda foi o convidado do programa que foi ao ar no dia 17 do mês passado. O grupo, que conta com os mestrandos do PROMUS Lipe Portinho, contrabaixista e arranjador, e a pianista Ana Azevedo reúne diferentes culturas – búlgara, brasileira e argentina – para recriar a obra do gênio portenho, mas com o acréscimo de um quinto elemento diferente do original, no caso a bateria de André Tandeta.

 

De formação clássica e jazzística, o grupo realça a formação erudita do compositor argentino que revolucionou o tango, mas que, poucos sabem, bebeu da fonte dos clássicos.

 

A configuração inusitada do grupo Corda – um par de búlgaros: Nikolay Sapoundjiev (violino) e Emília Valova (cello), um casal brasileiro: Ana Azevedo (piano) e Lipe Portinho (contrabaixo) – mais um baterista, o renomado André Tandeta – dá um molho especial às composições que foram adaptadas por Ana Azevedo e Lipe Portinho, dois conhecidos arranjadores cariocas que estão à frente de grupos como Tutti, Gravíssimo Bass Ensemble e Orquestra de Bolso.

 

O resultado é um inesquecível programa de uma hora da melhor música porteña, que traz no repertório jóias como: “As Estaciones Porteñas”, “Adios Noniño”, “Oblivion”, “Muerte Del Angel”, entre muitas outras.

Compartilhe este artigo:

Última atualização em Qua, 18 de Outubro de 2017 10:57
Voltar