Brasil Ensemble - UFRJ

Brasil Ensemble - UFRJ

Institucional >> Conjunto Estáveis

Mais de uma década se apresentando em importantes salas de concertos...

Criado em outubro de 1999, o conjunto vocal Brasil…

More...
Biblioteca Alberto Nepomuceno

Biblioteca Alberto Nepomuceno

Institucional >> Biblioteca

Capítulo importante da música no País

A história da Biblioteca Alberto Nepomuceno é, com certeza, capítulo importante da própria história da música no Brasil. Francisco Manuel da…

More...
Selo Fonográfico UFRJ/Música

Selo Fonográfico UFRJ/Música

Institucional >> Publicações

Conheça a produção fonográfica da Escola de Música

A produção fonográfica da Escola de Música remonta à época do LP quando a Orquestra Sinfônica gravou a Abertura em…

More...
Conjunto Sacra Vox

Conjunto Sacra Vox

Institucional >> Conjunto Estáveis

Desde 1998 divulgando o repertório sacro de todos os tempos...

O conjunto vocal de câmara Sacra Vox foi fundado…

More...
Concertos UFRJ

Concertos UFRJ

Toda segunda, às 22h, temos encontro marcado na FM 94,1

More...
UFRJazz Ensemble

UFRJazz Ensemble

Institucional >> Conjunto Estáveis

Música instrumental brasileira, jazz contemporâneo e música de concerto...

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit. Quisque dui orci, faucibus non, semper sed, pulvinar quis, purus. Class aptent…

More...
Frontpage Slideshow | Copyright © 2006-2010 JoomlaWorks, a business unit of Nuevvo Webware Ltd.
Início Notícias Arquivo UFRJ faz Encontro Internacional de Educação Musical
UFRJ faz Encontro Internacional de Educação Musical PDF Imprimir E-mail
Escrito por Maria Celina Machado   
Dom, 28 de Abril de 2013 21:26
Evden eve nakliyat Evden eve nakliyat

Com a presença dos ministros Marta Suplicy, da Cultura, Aloizio Mercadante, da Educação e de representantes de importantes instituições, a Escola de Música (EM) e o Fórum de Ciência e Cultura (FCC) da UFRJ promovem, dias 23 e 24 de maio, o I Encontro Internacional de Educação Musical. Intitulado "Um novo tempo para a música na educação", será realizado no Colégio Brasileiro de Altos Estudos (CBAE/ FCC), à Av. Rui Barbosa, 762 – Flamengo, RJ.

 

Foto: Divulgação
vainer
feliperandicettbi
Acima, professor Carlos Vainer, coordenador do FCC da UFRJ. Abaixo, Felipe Radicetti, da Comissão Executiva do Encontro.

Durante dois dias, estará em pauta a implementação da Lei 11.769, que instituiu a obrigatoriedade do ensino da música na educação básica, alterando a Lei de Diretrizes e Bases (LDB) de 1996. Sancionada em 2008, com o prazo de três anos letivos para que os sistemas de ensino se adaptassem às suas exigências, desde o ano passado está em vigor.  Mas “o que vemos são ações pontuais”, salienta o violonista e professor Celso Ramalho, coordenador da Licenciatura da EM, à frente da organização dos Grupos de Trabalho e atento aos “graves problemas estruturais” da educação brasileira. 

 

“Ponte” de “diálogo, encontro, confronto” entre “os vários olhares, culturas, saberes”, a Universidade busca cumprir seu papel de “interpelar permanentemente a consciência crítica”, frisa o coordenador do FCC, professor Carlos Vainer. “Queremos a UFRJ na escola e a escola na UFRJ e uma legislação que recoloca a dimensão do aprendizado musical, da cultura nacional, é enriquecedora”, ressalta.

 

Por tudo isso, a ideia de um Encontro Internacional, para “discutir o modelo, identificando o que é necessário para que a Lei 11.769 tenha uma implantação global”, define o compositor Felipe Radicetti, ex-aluno da graduação da EM,  integrante do Grupo de Ação Parlamentar Pró-Música (GAP) e  coordenador executivo do evento de maio. Liderança da campanha “Quero educação musical na escola”- decisiva para a aprovação da lei 11.769 no Congresso Nacional –, aposta agora que o debate do setor com  o Governo, à luz das boas iniciativas locais e internacionais, possa tirar a lei do papel.

 

No Encontro, mesmo à distância, as universidades poderão participar via chat. Uma plenária especial contará com convidados como a cantora Daniela Mercury, os compositores João Donato e Tim Rescala, representantes da OAB e da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (UNDIME).

 

Experiências internacionais


Foto: Ana Liao
celso02400
Celso Ramalho, da Escola de Música, está à frente dos Grupos de Trabalho científicos do evento. Leia aqui a entrevista com o professor.
Dentre os palestrantes do dia 23, está Margaret Barret, presidente da Internacional Society for Music Education (ISME), entidade que reúne 91 países, incluindo o Brasil. Da Federação Latinoamericana de Educação Musical (FLADEM), virá a presidente Ethel Moreno Batres. Da Jeunesses Musicales Internacional, participará o presidente, o sueco Per Eckedahl. Criada nos anos 40, a Juventude Musical teve então o objetivo de, ao levar a música para as crianças, integrar o esforço de reconstituição do tecido social na Bélgica ocupada pelos nazistas. Hoje são 58 países membros e “um trabalho amplo, ensinando práticas musicais em oficinas nas escolas, além de transdisciplinarmente, juntamente com matérias como história, geografia, matemática, e em ações que buscam integrar diferentes comunidades multiculturais  na Europa”, assinala Radicetti.

 

Da Universidade de Artes de Berna, na Suíça, a professora Madeleine Zulauf vai contar sua experiência à frente do projeto iniciado nos anos 80 e que culminou, no ano passado, com a inscrição da educação musical obrigatória na Constituição. A proposta, feita pelo Governo, teve aprovação de 72,44% da população em plebiscito.

 

GTs e proposições


Como preparação do I Encontro Internacional, desde abril, professores/pesquisadores de várias regiões do País têm discutido propostas para o ensino da música na educação básica. À distância, o trabalho é conduzido pelos coordenadores de GT Regina Meirelles, Andréa Albuquerque Adour e Marcos Vinicius Nogueira, professores da UFRJ. Nos dias 22, 23 e 24 de maio, no Rio de Janeiro, “vamos consolidar um texto com as proposições e uma minuta será apresentada na mesa-redonda do dia 24, intitulada ‘Propostas para o aperfeiçoamento do modelo de implementação da Lei 11.769/2008’ e cujo conteúdo se desdobrará em livro”, informa o professor Celso.

 

O evento tem patrocínio do Ministério da Cultura (MinC) e apoio da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Cultura, do Sindicato  dos Músicos Profissionais do Estado do Rio de Janeiro, do Conservatório Brasileiro de Música, do GAP e da Associação Brasileira de Compositores para Audiovisual – Musimagem Brasil.

 

estrela Os interessados podem consultar a seguir a programação e baixar o projeto do evento. Inscrições e informações pelo e-mail Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. e pelo telefone (21) 2525-1195. Notícias sobre a campanha "Quero educação musical na escola" na página do Facebook.

 

I Encontro Internacional de Educação Musical

“Um novo tempo para a música na educação”

 

Local: Colégio Brasileiro de Altos Estudos (CBAE)/ Fórum de Ciência e Cultura da  UFRJ,

à av. Rui Barbosa, 762 – Flamengo, RJ

 

23 de maio


ABERTURA – 9h, com a Orquestra Sinfônica de Barra Mansa. 

Discurso de Abertura (Mesa de curta duração a ser constituída pelos representantes das entidades promovedoras e acolhedoras do evento)

 

9h30 às 12h. Mesa IUm novo tempo para a música na educação brasileira.

 

  • Exposição e debates e partir de questões  apresentadas pela moderação assim como encaminhadas pela plenária de convidados especiais – já confirmados a cantora Daniela Mercury; os compositores João Donato e Tim Rescala; a presidente da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (UNDIME), Cleuza Rodrigues Repulho; Ricardo Bacelar, representante do Conselho Federal da OAB; a professora de música da rede pública, Luciana Oliveira; um aluno  da rede pública.
  • Haverá a possibilidade das universidades encaminharem questões através de chat pela internet e do público fazer perguntas.

 

Sua Ex.ª. Ministro de Estado da Educação Aloizio Mercadante;

Sua Ex.ª. Ministra de Estado da Cultura Marta Suplicy;

Ilma. Sra. Maria Rebeca Otero Gomes, Coordenadora do Setor de Educação da Delegação da UNESCO;

Ilmo sr. José Fernandes de Lima, Presidente do Conselho Nacional de Educação (CNE);

Ilma. Sra. Margaret Barret, Presidente da International Society for Music Education – ISME;

Ilma. Sra. Ethel Moreno Batres, Presidente da Federação Latinoamericana de Educação Musical – FLADEM;

Ilma. Sra. Magali Kleber, Presidente da Associação Brasileira de Educação Musical – ABEM;

Ilmo. Sr. Diretor da Escola de Música da Rocinha Gilberto Figueiredo;

 

Moderação: Ilma. Sra. Deputada Federal e Presidente da Frente Parlamentar Mista de Cultura Jandira Feghali

 

14h às 16h30. Mesa IIMúsica nas escolas: as experiências pedagógicas.

Ilmo. Sr Presidente das Jeunesses Musicales International – Per Eckedahl (Suécia);

Ilma. Sra. Profa. Madeleine Zulauf, Universidade de Artes de Berna (Suíça);

Profa. Dra. Adriana Rodrigues Didier, Diretora Técnico-Cultural do Conservatório Brasileiro de Música;

Prof. Dr. José Nunes Fernandes, Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro - Uni-Rio;

Prof. Dr. Celso Ramalho, Escola de Música da Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ

Moderação: Felipe Radicetti, compositor;

17h. Apresentação do Quinteto Experimental de Sopros da UFRJ.

 

24 de maio


9h às 11h30h. Mesa Propostas para o  aperfeiçoamento do modelo de implementação da Lei 11.769/2008

Ilma. Profa. Dra. Regina Meireles

Ilma. Profa. Dra. Andréa Albuquerque Adour

Ilmo. Prof. Dr. Marcos Nogueira

Moderação: Prof. Dr. Celso Ramalho

Encerramento com o Conjunto de Saxofones da UFRJ


Compartilhe este artigo:

Última atualização em Ter, 07 de Maio de 2013 19:32
 
Banner
Produção artística Séries Temáticas Conjuntos estáveis Espaços culturais Biblioteca Museu Laboratórios Publicações e CDs EM na Imprensa Sites de Música Galeria de Imagens Registro Autoral

Powered by JoomlaGadgets

© 2010-2017 Escola de Música - UFRJ
Site desenvolvido pelo Setor de Comunicação da EM/UFRJ
TOPO