Violões da UFRJ

Violões da UFRJ

Institucional >> Conjunto Estáveis

Repertório dedicado ao violão brasieliro...

Formado em 2003 a partir…

More...
Orquestra de Sopros

Orquestra de Sopros

Institucional >> Conjunto Estáveis

Formada por alunos da disciplina Prática de Orquestra...

Class aptent taciti sociosqu ad litora torquent per conubia nostra, per inceptos himenaeos. Cras aliquam, ante quis convallis semper, nunc…

More...
Série Talentos UFRJ

Série Talentos UFRJ

Institucional >> Séries Temáticas

Divulgando a pluralidade da produção artística da Escola de Música

Foi criada em…

More...
Concertos UFRJ

Concertos UFRJ

Toda segunda, às 22h, temos encontro marcado na FM 94,1

More...
Trio UFRJ

Trio UFRJ

Institucional >> Conjunto Estáveis

Grande abrangência de repertório e atuação...

Reconhecendo afinidades de concepções musicais e técnicas,…

More...
Coro Sinfônico da UFRJ

Coro Sinfônico da UFRJ

Institucional >> Conjunto Estáveis

Repertório dedicado às grandes obras corais sinfônicas de todos os tempos...

Coro Sinfônico da UFRJ é…

More...
Frontpage Slideshow | Copyright © 2006-2010 JoomlaWorks, a business unit of Nuevvo Webware Ltd.
Início Escola de Música na Imprensa Oficina gratuita com o violonista Paulo Pedrassoli, na Sala Funarte – Rio
Oficina gratuita com o violonista Paulo Pedrassoli, na Sala Funarte – Rio PDF Imprimir E-mail
Veículo: Portal da Funarte   
Sex, 13 de Julho de 2012

Matéria publicada no Portal da Funarte, em 12/07/2012, sobre oficina ministrada pelo violonista e professor da Escola de Música Paulo Pedrassoli.

 

Oficina gratuita com o violonista Paulo Pedrassoli, na Sala Funarte – Rio


'Villa Lobos a mil' é o tema. O 'Bloco Música em 22' do projeto 'Musicafinidades – Ecos de 22' inclui recital com Fernanda Canaud e David Chew.

 

Paulo Pedrassoli. Foto Companhia Bachiana Brasileira.
No dia 13 de julho, sexta-feira, às 14h, o violonista e professor Paulo Pedrassoli ministra a oficina "Villa Lobos a Mil", a próxima do Projeto "Musicafinidades – Ecos de 22", que ocupa a Sala Funarte Sidney Miller. A entrada é franca.

 

No dia 13 de julho, sexta-feira, às 14h, o violonista e professor Paulo Pedrassoli ministra a oficina "Villa Lobos a Mil", a próxima do Projeto "Musicafinidades – Ecos de 22", que ocupa a Sala Funarte Sidney Miller. A entrada é franca.

 

Pedrassoli desenvolve intensa carreira, como solista, camerista e diretor musical, sendo um dos mais respeitados nomes do violão brasileiros da atualidade. É mestre em Música e professor da cátedra do instrumento, na UFRJ. Foi premiado em sete concursos, incluindo o Concurso Internacional Villa-Lobos, em 1962. Sua estreia internacional ocorreu em 1995, em um recital de sucesso, em Ulm, Alemanha. Em 2000, excursionou pelo Japão com o violinista Koh-Gabriel Kameda, com quem tocou em cinco cidades, inclusive Tóquio, onde foi solista da Tokyo Metropolitan Orchestra, na mais prestigiada sala de concertos da Ásia, a Suntory Hall. Apresentou-se ainda no Caribe, em 1998, com a Barbados Chamber Orchestra), em Portugal (2005 e 2006), no Paraguai (2008), no Marrocos (2009) e na França (2011). Em 2010, fundou o Almendrix Trio, com o pianista João Carlos Assis Brasil e a percussionista Karla Bach, com quem realizou concertos, pela série Música no Museu Internacional, na Índia (2010), na França (2011) e na Austrália (2011). Sua discografia inclui o CD "Villa-Lobos: Obra integral para violão solo", gravado na Alemanha e considerado pela crítica como uma das melhores interpretações da obra integral villalobiana.

 

O projeto "Musicafinidades – Ecos de 22" foi concebido para consolidar um registro das relações entre o movimento de Arte Moderna de 1922 e a música brasileira. O projeto, contemplado em 2012 no edital de ocupação da Sala Funarte Sidney Miller, tradicional espaço musical do Rio, apresenta atrações de variados gêneros, com shows, a preços populares e com entrada franca, e oficinas gratuitas.

 

A agenda é dividida em blocos, cada um com um tema, em diferentes modos de ver a ligação entre o Modernismo brasileiro e a produção musical do país. Até o dia 20 de julho, está em cartaz o módulo "Música em 22", que revive a trajetória musical dos grandes músicos brasileiros que atuaram na Semana de Arte Moderna, através de nomes consagrados da música erudita atual. O próximo show do bloco é com a pianista Fernanda Canaud, em duo com o violoncelista David Chew, no dia 13, às 18h 30. Na semana seguinte é a vez da Camerata de Violões – coordenada por Pedrassoli; e do conjunto Galo Preto e da oficina "Ecos de 22", com a poetisa Thereza Christina Rocque da Motta.

 

Já se apresentaram no bloco "Música em 22″ o Quinteto Villa-Lobos, a pianista Clara Sverner, o Duo Alcantilado, com o violão de Fábio Nin e o bandolim de Paulo Sá; e, por fim, conjunto Tira Poeira.

 

Formado por cinco jovens, hábeis instrumentistas, o Tira Poeira têm em comum a paixão pelo choro a frequência ao bairro da Lapa, onde todas as "tribos" e tendências culturais se misturam. Foi ali também que surgiu o grupo, reunido pelo bandolinista Henry Lentino, e onde o choro retornou com força total, atraindo uma músicos de várias partes do Brasil. O som peculiar do Tira Poeira é atribuído, primeiramente, à variada formação musical de seus integrantes que passaram por outros gêneros, além do choro. Hoje, eles utilizam todo esse acervo sonoro e têm como eixo o respeito à tradição dos grandes mestres e soma a improvisação à liberdade, em arranjos elaborados, numa combinação supreendente. O grupo é formado por Caio Márcio (violão), Henry Lentino (bandolim), Samuel de Oliveira (saxofone), Fábio Nin (violão) e Sérgio Krakowski (pandeiro). No repertório do show, entre outras músicas, "Delicado", "Vê Se Gostas" e "Carioquinha" (Waldyr Azevedo), "Machucando" (Adalberto de Souza), "Receita de Samba" e "Santa Morena" (Jacob do Bandolim) e "Consolação" (Baden Powell).


Musicafinidades – Ecos de 22
Projeto contemplado no Edital de Ocupação da Sala Funarte Sidney Miller 2012

Dia 13 de julho, sexta-feira, 14h

 

Oficina "Villa Lobos a mil"
Com o violonista e professor Paulo Pedrassoli

Entrada franca

Dia 13 de julho, sexta-feira, 18h 30

 

Show com
Fernanda Canaud (piano) e David Chew (violoncelo)
Ingressos: R$ 10 e R$ 5 (meia-entrada)

 

Mais informações e programação completa em www.musicafinidades.com.br


Compartilhe este artigo:

 
Banner
Produção artística Séries Temáticas Conjuntos estáveis Espaços culturais Biblioteca Museu Laboratórios Publicações e CDs EM na Imprensa Sites de Música Galeria de Imagens Registro Autoral

Powered by JoomlaGadgets

© 2010-2017 Escola de Música - UFRJ
Site desenvolvido pelo Setor de Comunicação da EM/UFRJ
TOPO